Giselle Beiguelman/Marcus Bastos/Rafael Marchetti (SP/ARG)

Giselle Beiguelman é Doutora em história da cultura pela USP (1991), foi professora da pós-graduação em Comunicação e Semiótica da PUC-SP (2001 a 2011). É editora da revista seLecT e curadora de Tecnofagias (3a Mostra 3M de Arte Digital). Editora da seção Novo Mundo da revista Trópico e editora contribuinte do NMEDIAC, The Journal of New Media & Culture. Dedica-se à Internet a partir de 1995. Foi bolsista Vitae, com projeto premiado na área de literatura e novas mídias (1999), membro do comitê científico do Isea 2000 (Paris). Tem participado de vários eventos e exposições de web arte e cultura digital na Europa e nos Estados Unidos, como as pioneiras Net_Condition (ZKM, 1999) e (re)distributions (PDA, Information Apliance and Nomadic Art as Cultural Intervention). Desde 1998, Giselle Beiguelman tem um estúdio de criação digital, desvirtual.com, onde são desenvolvidos seus projetos pessoais, como O Livro Depois do Livro (http://www.desvirtual.com/giselle).

Rafael Marchetti é artista licenciado (1997) pela Escola Nacional de Belas Artes de Buenos Aires Manuel Belgrado. Em 1994 ele ganhou o primeiro lugar no “Salon Terceiro de Arte, Buenos Aires” na categoria escultura. Anos mais tarde começou sua produção artística com a mídia eletrônica em São Paulo, destacando-se com o trabalho Influenza Skin’s, ganhando o Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia (2002). Ele é co-fundador dos grupos: Influenza (2001-2005) e febril Preguiza (2004). Atualmente é colaborador e consultor Associação de Cultura Banquete.

Web Paisagem0/ É uma máquina de samplear que permite a produção de visões do nordeste a partir de mixagem de todos os sons, imagens, vídeos e textos de seu banco de dados. Idéias de Brasil, flora, fauna, símbolos nacionais, causos, personagens entre outras categorias, trazem registros dos seminários preparatórios do projeto Paisagem0, trechos de obras fundamentais, como os Sertões e Casa Grande e Senzala, imagens e dados sobre a caatinga, a mata atlântica, folclore, mitologias contemporâneas-inúmeros fragmentos que permitem pensar, recompor e samplear a idéia, proposta pela curadoria do evento, de “nordeste em todo lugar”.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: